Sagas Nórdicas

Site do RPG Vikings: Guerreiros do Norte.

Simbologia Viking

Veremos neste post alguns símbolos que são comuns à culura viking. Com base no conhecimento destes, narradores e jogadores poderão deixar seus jogos mais ricos e profundos. O texto foi baseado no artigo de Johnni Langer: Símbolos religiosos dos Vikings: guia iconográfico.

Símbolos Solares:

Os símbolos solares sempre tiveram grande representatividade na cultura viking. Os motivos desta importância não são difíceis de se imaginar. Para homens e mulheres que vivem num ambiente gélido e hostil, a imagem do sol é sempre grata e sinônimo de bem estar e fartura. Eram ainda associados aos deuses Tyr, Odin e Thor. Suas formas eram muitas e veremos algumas delas a seguir:

Espiral

A espiral é comumente vinculada com a passagem da vida e a viagem até o mundo dos mortos. O que nos leva a compara-la com o sol é que em algumas imagens as pontas das hastes da espiral são marcadas por formas triangulares, criando uma ideia de braços flamejantes. A ligação deste símbolo com os guerreiros é bem clara e nem precisa de grandes esclarecimentos. Se a espiral representa, além do sol, a passagem da vida para a morte, não seria surpresa encontra-las entalhadas em estelas e locais de sepultamento. Sabemos ainda que a maior arma dos vikings era exatamente não temer a morte, na certeza de serem aguardados em um paraíso de eternas libações.

FylfotO Fylfot, conhecido popularmente como suástica, é semelhante à espiral, mas conta com apenas quatro pontas. Além de remeter a passagem da vida, o Fylfot também era vinculado às estações do ano, corroborando para a ideia de passagem do tempo, da sazonalidade. Também poderia ser encontrada em piras funerárias, ou urnas relacionadas a Thor e Freyr. Vale citar que, enquanto símbolo guerreiro, era comparada ao movimento do martelo de Thor quando lançado. Apesar disso, o deus que tinha maior relação com o Fylfot sempre foi Odin. A prova disso são as inúmeras imagens descobertas pela arqueologia, retratando Odin certado de suásticas, o que não é difícil de se entender já que ele é o principal deus da mitologia e, também, grande representante deste ciclo da vida.

TrefotO Trefot, como mais um símbolo de sazonalidade e de transcendência do mortal ao espiritual, varia da suástica por ter uma perna a menos. Representa o número três, que tem grande peso dentro da simbologia e por isso ele, talvez, tenha sido mais utilizado como representação da comunhão com Odin. Uma referência da Edda em prosa, fala sobre o hidromel mágico, criado pelos anões Fiálar e Gálar, quando estes mataram do deus Kvasir e guardaram seu sangue em três recipientes, Son, Bodn e Odrórir, antes de mistura-lo ao mel.

O valknut difere um pouco dos outros símbolos de motivo espiralado, não só pelo seu formato, mas também pelo significado. Também chamado de Coração de Hrungnir, o nó apresentado pelos três triângulos presente da figura representa este elemento muito comum na cultura viking. O nó está presente na arte, nos cabelos da mulheres, e até em áreas práticas, com os guerreiros no campo de batalha. O nó remete as Nornes que tecem os fios dos destinos. Os nós que apenas Odin pode desfazer, novamente remetendo ao seu total controle do destino dos homens e dos mortos.

Valknut

 

shieldknutPor fim, como símbolo solar, temos o shieldknot. Do mesmo modo que o valknut, tem suas diferenças com o restantes dos símbolos. Seu formato quadrado parece fazer mais referência ao infinito e, ainda, à imagem da serpente do mundo, Jormungand, que cerca os mares. Desse modo, vemos o shieldknot como uma representação do ciclo natural, da ordem universal que tem inicio, meio, fim e recomeço. Uma ideia que é muito forte dentro da mítica nórdica. A Voluspa, saga que trata do início, fim e recomeço do mundo, é um forte exemplo dessa postura cíclica.

O uso destes simbolos no âmbito do RPG não é difícil de se imaginar. Em templos e altares dedicados aos três deuses supracitados, podem ser imagens comuns. Da mesma forma que em lápides ou na representação de heróis caídos, que carregam a espiral entalhadas em seus escudos. O Fylfot é dos símbolos pagão que perdurou depois da cristianização, não sendo difícil encontra-lo em igrejas e templos cristãos. Uma forma de tornar mais fácil a assimilação para os convertidos, e um elemento novo para aqueles que estiverem dispostos a jogar utilizando a guerra religiosa, por fiéis, como pano de fundo.

Mjöllnir

Mjolnir

O famoso martelo do deus Thor foi criado pelos anões Brokkr e Sindr depois de terem feito uma aposta com Loki. O martelo sempre retornava para a mão de Thor, ao ser arremessado, e o deus do trovão ainda poderia aplicar a força que desejasse, contra qualquer coisa, e a arma resistiria. O único defeito do martelo era o seu cabo curto demais, novamente culpa de Loki, que tentou atrapalhar o trabalho dos anões numa tentativa de não perder a aposta que fizera. Thor ainda podia guarda-lo em seu peito e talvez seja por isso, que muitos guerreiros usavam pingentes de colar na forma do martelo.

Não existem confirmações arqueológicas de que guerreiros vikings utilizassem martelos em suas batalhas, o que, somado as figuras rupestres do neolítico e da idade do bronze, nos leva a crer que o martelo tenha sido uma variação do machado.

O simbolismo do martelo vai muito longe, dentro da cultura e da sociedade. Mesmo que não tenha sido utilizada em batalhas datadas, ninguém dispensaria seu uso como arma prática. Vikings são homens do campo, de vida simples e a imagem do martelo era certamente muito frequente em suas vidas cotidianas. O Mjöllnir tinha uso cerimonial em casamentos, batizados, funerais e até juramentos.

Valquírias

ValquíriasAs Valquírias são figuras importantes para o imaginário viking. Elas estão relacionadas com a escatologia presente em toda sua mitologia, como as mulheres que levam os guerreiros caídos até o Valhalla para serem treinados até o dia do Ragnarok, e ainda servem como uma boa representação do papel das mulheres dentro da sociedade. Não era comum que uma mulher pegasse em armas para lutar. A bem da verdade o único relato, do meu conhecimento, sobre uma mulher em combate é o da filha de Leif Erikson que, grávida, lutou contra os nativos da colônia de Vinland.

A maior parte das imagens encontradas referentes as Valquírias, mostram mulheres em trajes caseiros, com roupas simples e carregando chifres de hidromel. Noutras, mais raras, elas estão como são apresentadas nas lentas, vestindo cotas de malha e portando lanças de escudos. Algumas destas imagens foram encontradas em túmulos femininos, o que mostra a participação das mulheres dentro dos cultos odínicos.

Animais Totêmicos

Dos cães as aves, passando pelos ursos, a maior parte dos animais representados nas fontes literárias e na imagética viking são relacionados a Odin.

Os cães e lobos aparecem como companheiros e guias para o pós vida e são conectados com a ideologia guerreira da mesma forma que os ursos, em especial para os berserkers. Odin, em seu trono, é cercado por seus dois lobos, Geri e Freki, a quem ele dá toda a carne que lhe é ofertada. O Pai de Todos não precisa alimentar-se, ele encerra a ideia do divino e do sacrifício para alcançar tal estágio, nisso nós vemos a importância do lobo novamente, que é mais carnal e terreno. Não é provado que este fosse um ritual típico de iniciação, mas a ideia de que um jovem deveria matar um lobo sozinho para tornar-se adulto não nos é tão estranha, tratando-se de cultos guerreiros.

Animais Totêmicos

As aves são mais uma vez relacionadas a Odin através de seus dois corvos, Hugin e Munin. Não somente isso, as aves de rapina costumam ligarem-se com os deuses dos céus, como Odin, Thor e Tyr. Algumas imagens que retratam faces trazem a forma de um nariz aquilino (como o Mjöllnir do topo), o que remete aos elmos tipicamente utilizados, sempre na ideia de simbolizar esta ligação das aves com os deuses.


*

Faces e Ganchos - Pe

O urro distante do jotun fez Koiten esquecer o cansaço ...

O Danevirk Históric

O Danevirke era uma muralha de terra que separava a ...

Mandados para Valhal

FONTE DO POST Despojados, decapitados e lançados em uma cova comum. ...

3609

Música: Ulver - Ber

Saudações, Leitores! Hoje trago mais uma indicação de música que pode, ...

conviteBienalmenor

Bienal do Livro de M

Os autores de Contos Nórdicos estarão presentes na Bienal do ...